Sejam todos bem-vindo a Política de Privacidade da COFORJA CORRENTES E ACESSÓRIOS BRASIL LTDA!

Somos uma pessoa jurídica de direito privado, com sede na Rua José Fidelis Filho N° 400, Jardim Nossa Senhora de Lourdes, Campinas – SP, Brasil, CEP: 13.052-035, inscrita no CNPJ sob o N° 46.020.863/0001-21.

No papel de Controladora de Dados onde a privacidade e segurança são prioridades, nos comprometemos com a transparência do tratamento de dados pessoais dos nossos colaboradores, clientes e partes interessadas.

Foi estabelecida que a coleta dos dados pessoais aos titulares com livre manifestação com consentimento para o uso e transferência de informações com órgãos e entidades públicas no cumprimento de suas competências legais e privadas mediante aprovação de consentimento.

Com os Dados Pessoais, a responsabilidade da empresa é cuidar das suas informações adotando controles de governança e segurança na tecnologia de informação minimizado os riscos aos titulares dos dados nas formas descritas nesta Política, sob as normas de Proteção de Dados (LGPD, Lei Federal 13.709/2018).

Caso você tenha alguma dúvida ou tenha interesse em conversar conosco sobre qualquer questão relacionada aos seus dados, fique à vontade para contatar nossa equipe pelo canal: coforja@coforja.com.br

ATENDIMENTO ÁS EXIGÊNCIAS:

A seguir as principais medidas tomadas pela COFORJA:

–  Principal finalidade do tratamento: Utilizar dados pessoais para manter contato antes, durante ou após uma relação contratual com o Titular, bem como para cumprir o contrato com bases legais.

Compartilhamento: regularização trabalhistas e benefícios com Governo do Brasil (.gov.br), Caixa Econômica Federal, Transurc, Ticket, Unimed, Santander, COE Consultoria Ocupacional, Plataforma Walter Kluwer.

Consentimento do Titular: apresentação sobre os motivos da utilização e autorização dos documentos com dados pessoais e dados sensíveis.

Dados Coletados: são mantidos em arquivos físicos ou bancos de dados eletrônicos, com o acesso controles rígidos e identificados, onde as classificações dos riscos são constantemente avaliadas.

Proteção de Dados: Sistema de controle de informação de armazenamento físico e eletrônico dotada de segurança, tecnologia e administração.

Prazo de Preservação: dotado de critérios de segurança das informações, onde são mantidas de forma segura conforme prazo estabelecidos pela Legislação.

Gestão de Informação:  com adoção de políticas e documentações, controlando a empresa e seus provedores com segurança e responsabilidade.

–  Ações corretivas: incidentes serão adequadas através de planejamento das atividades sobre as não conformidades identificadas e comunicadas a Agencia Nacional de Proteção de Dados (ANPD).

Revisão da Política de Privacidade: as modificações serão justificadas no controle de revisões.

 

 

 

 

 

DEFINIÇÕES LEGAIS:

–  Conforme Art. 5º Para os fins da Lei 13.709 de 14/08/2018, considera-se:

I – dado pessoal: informação relacionada a pessoa natural identificada ou identificável;

II – dado pessoal sensível: dado pessoal sobre origem racial ou étnica, convicção religiosa, opinião política, filiação a sindicato ou a organização de caráter religioso, filosófico ou político, dado referente à saúde ou à vida sexual, dado genético ou biométrico, quando vinculado a uma pessoa natural;

III – dado anonimizado: dado relativo a titular que não possa ser identificado, considerando a utilização de meios técnicos razoáveis e disponíveis na ocasião de seu tratamento;

IV – banco de dados: conjunto estruturado de dados pessoais, estabelecido em um ou em vários locais, em suporte eletrônico ou físico;

V – titular: pessoa natural a quem se referem os dados pessoais que são objeto de tratamento;

VI – controlador: pessoa natural ou jurídica, de direito público ou privado, a quem competem as decisões referentes ao tratamento de dados pessoais;

VII – operador: pessoa natural ou jurídica, de direito público ou privado, que realiza o tratamento de dados pessoais em nome do controlador;

VIII – encarregado: pessoa indicada pelo controlador e operador para atuar como canal de comunicação entre o controlador, os titulares dos dados e a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD); (Redação dada pela Lei nº 13.853, de 2019) em Vigência

IX – agentes de tratamento: o controlador e o operador;

X – tratamento: toda operação realizada com dados pessoais, como as que se referem a coleta, produção, recepção, classificação, utilização, acesso, reprodução, transmissão, distribuição, processamento, arquivamento, armazenamento, eliminação, avaliação ou controle da informação, modificação, comunicação, transferência, difusão ou extração;

XI – anonimização: utilização de meios técnicos razoáveis e disponíveis no momento do tratamento, por meio dos quais um dado perde a possibilidade de associação, direta ou indireta, a um indivíduo;

XII – consentimento: manifestação livre, informada e inequívoca pela qual o titular concorda com o tratamento de seus dados pessoais para uma finalidade determinada;

XIII – bloqueio: suspensão temporária de qualquer operação de tratamento, mediante guarda do dado pessoal ou do banco de dados;

XIV – eliminação: exclusão de dado ou de conjunto de dados armazenados em banco de dados, independentemente do procedimento empregado;

XV – transferência internacional de dados: transferência de dados pessoais para país estrangeiro ou organismo internacional do qual o país seja membro;

XVI – uso compartilhado de dados: comunicação, difusão, transferência internacional, interconexão de dados pessoais ou tratamento compartilhado de bancos de dados pessoais por órgãos e entidades públicos no cumprimento de suas competências legais, ou entre esses e entes privados, reciprocamente, com autorização específica, para uma ou mais modalidades de tratamento permitidas por esses entes públicos, ou entre entes privados;

XVII – relatório de impacto à proteção de dados pessoais: documentação do controlador que contém a descrição dos processos de tratamento de dados pessoais que podem gerar riscos às liberdades civis e aos direitos fundamentais, bem como medidas, salvaguardas e mecanismos de mitigação de risco;

XVIII – órgão de pesquisa: órgão ou entidade da administração pública direta ou indireta ou pessoa jurídica de direito privado sem fins lucrativos legalmente constituída sob as leis brasileiras, com sede e foro no País, que inclua em sua missão institucional ou em seu objetivo social ou estatutário a pesquisa básica ou aplicada de caráter histórico, científico, tecnológico ou estatístico; na Redação dada pela Lei nº 13.853, de 2019 em Vigência

XIX – autoridade nacional: órgão da administração pública responsável por zelar, implementar e fiscalizar o cumprimento desta Lei em todo o território nacional.     (Redação dada pela Lei nº 13.853, de 2019) em Vigência. Refere-se a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD)

Para exercer seus direitos, acesse a nossa área de consentimento pelo link abaixo ou entre em contato com nossa central de atendimento pelo (19) 3037- 3037

ALTERAÇÕES NESTA POLÍTICA

Você reconhece o direito da COFORJA em alterar o teor desta Política a qualquer momento, conforme a finalidade ou necessidade, tal qual para adequação e conformidade legal de disposição de lei ou norma que tenha força jurídica equivalente. Quaisquer alterações passarão a vigorar imediatamente quando da publicação da Política revisada no site.

Por gentiliza, pedimos que durante o acesso aos websites observem sempre as atualizações.

UTILIZAÇÃO DE COOKIES

A COFORJA utiliza cookies para coletar informações enquanto você navega em nosso website. Essas informações de navegação incluem o padrão do seu navegador, como o tipo de navegador e o idioma do navegador; seu endereço IP; e as ações realizadas nos websites da empresa; como as páginas visualizadas e quais os links clicados.

O QUE SÃO COOKIES?

Cookies são arquivos criados pelos sites que você visita. Eles tornam sua experiência on-line mais fácil, economizando informações de navegação. Com os cookies, os sites podem manter seu login, lembrar suas preferências do site e fornecer conteúdo relevante localmente.

Existem dois tipos de cookies:

  1. Cookies primários: criados pelo site que você acessa. O site é exibido na barra de endereços.
  2. Cookies de terceiros: criados por outros sites. Esses sites possuem uma parte do conteúdo, como anúncios ou imagens, que você vê na página da Web acessada.

EM CASO DE DÚVIDAS:

Conforme art. 41 § 1°A da Lei N° 13.709 de 14/08/2021, a COFORJA nomeou o seu Encarregado de Dados, que é o profissional responsável por aceitar reclamações e comunicações dos titulares dos dados, prestar esclarecimentos e receber comunicações da Autoridade Nacional, orientar os funcionários e os contratados a respeito das práticas a serem tomadas em relação à proteção dos dados pessoais do titulares e providências de ações corretivas. Caso tenha dúvidas, entre em contato com nosso Encarregado de Dados:

Nome: Márcio Massaru Takeda

E-mail: técnica.mm@nekosanconsultoria.com.br

Revisão da Política: R00 – 01.10.2021